O e-commerce em Portugal



“Quem não tem plano para estar online pode não sobreviver”. A Informação é do site Agência Financeira, que deixa claro o alerta: “Quem não tem um plano de curto prazo para estar online pode não sobreviver”.
A ACEP (Associação do Comércio Eletrônico em Portugal) afirma que as empresas nacionais devem divulgar seus produtos e serviços aos usuários da internet, e aquelas que ainda não tiverem planos para entrar nessa área terão mais dificuldade em enfrentar os tempos da crise, podendo até não resistir a ela."

Segundo a Associação, nesses tempos difíceis que a economia se encontra o crescimento das vendas e das pesquisas online não pode ser ignorado.Mais de um milhão de portugueses fazem compras regularmente na Internet, apontam os últimos dados, e mais de 90% dos internautas usam a rede para ajudar em suas decisões de compra ou análise de preços ou de produtos e serviços, ainda segundo o site Agência Financeira. O presidente da Associação, Alexandre Nilo Fonseca, foi bem enfático em relação ao tema. Segundo ele “A aposta na internet não é opcional, é obrigatória”.





Por Juliano
www.Kessefbrasil.com

 

 

 



© 2015 Kessefbr. All Rights Reserved.
en